Como a Inteligência Artificial pode ajudar sua empresa de engenharia

Neste artigo vamos te apresentar os principais conceitos da IA e do Machine learning, suas aplicações na construção civil e como as duas técnicas são benéficas para seu negócio.

Inteligência Artificial

Muito tem se falado sobre Inteligência Artificial e Machine Learning, porém, pouco se sabe exatamente o que significa cada um desses termos na prática. Para começar esse texto, falaremos um pouco sobre o conceito e o surgimento de cada método.

A história da IA não nasceu recentemente, mas iniciou há milhares de anos atrás. Alguns acreditam que desde a Antiguidade¹, pensadores e matemáticos já imaginavam aparelhos e sistemas que copiassem a inteligência e o cérebro humano.

No entanto, a IA começou a se transformar no que conhecemos hoje em 1950, após a Segunda Guerra Mundial. Muitos matemáticos desenvolveram ideias que contribuíram para a criação desse sistema, mas pode-se dizer que o trabalho que deu um grande passo ao desenvolvimento da IA foi realizado por Warrem Macculloch e Walter Pitts².

Os pesquisadores teorizaram a estrutura e o funcionamento de redes neurais computacionais, emulando o nosso cérebro e batizaram o modelo para estudo como: o neurônio McCulloch–Pitts (MCP). A partir daí, outros pesquisadores avançaram no tema até chegar à atualidade.

Mas vamos entender como a inteligência artificial funciona. Basicamente, ela sistematiza e automatiza tarefas intelectuais através do agrupamento de várias tecnologias como: redes neurais, artificiais, algoritmos e outras que trabalham juntas, permitindo que as máquinas possam detectar, compreender, agir e aprender com níveis de inteligência bastante semelhantes aos dos humanos³. Importante destacar que essa tecnologia mesmo sendo recente na sociedade, está cada vez mais sendo desenvolvida.

E o Machine Learning entra onde?

Em português a tecnologia é conhecida como “Aprendizado de Máquina” e é um método de análise de informações que automatiza a construção e obtenção de resposta. Tem como base na concepção de que os sistemas podem aprender com dados, identificar padrões e, assim, tomar decisões4.

Sabe-se que o termo surgiu aproximadamente em 1959, criado pelo também pioneiro em IA, Arthur Samuel, um engenheiro do MIT. Ele começou a utilizar o método com jogos de damas e viu que os computadores conseguiam aprender e coletar informações através de jogadas frequentes. Ele então nomeou o sistema como "Machine Learning", definindo o conceito como um campo de estudo que dá aos computadores a habilidade de aprender sem terem sido programados para tal5.

Essas técnicas na Engenharia Civil

Já na Engenharia e na ciência da Computação as duas técnicas são incorporadas de diferentes maneiras. Mas vamos exemplificar para ficar mais fácil de entender sua atuação. Imagine que uma empresa de engenharia está fazendo uma obra de saneamento e ela precisa identificar o uso de tubulações necessárias para sua obra, com o objetivo de reduzir o máximo possível a compra errônea de materiais.

A empresa, que possui um software de gestão de obras com Machine Learning, faz a análise dos dados de entrada e compara com os dados de saída, encontrando a melhor relação entre eles. O diferencial é que, cada vez que uma comparação é feita, o software é capaz de aprender e ter resultados melhores, já que é capaz de verificar padrões de dados dentro do sistema, prevendo um problema com antecedência, para que ele possa ser reparado.

Essa técnica é extremamente importante para a solução de problemas em diversas áreas da construção civil, auxiliando na gestão de obras em diversos pontos. Veja os principais benefícios dessas técnicas para os negócios:

  • Simplificação do processo de análise: A IA é capaz de organizar e conferir com clareza os dados, estruturando essas informações para a tomada de decisões estratégicas.
  • Escalabilidade dos dados: Essa técnica também tem alto nível de replicabilidade de processos, já que os sistemas que a compõem são capazes de realizar as mesmas análises diversas vezes. Isso assegura que qualquer fluxo de trabalho se torne escalável.
  • Aumento da automação: A IA contribui para automação de atividades lógicas, analíticas e cognitivas, gerando maior velocidade no tratamento de informações.
  • Redução de riscos e custos: A IA analisa as informações dos bancos de dados, de relatórios, de históricos e etc. e através dos conteúdos obtidos, tem a capacidade de descobrir gargalos, falhas e outros pontos fracos nos processos da empresa, diminuindo erros e aumentando a eficiência operacional. Isso reduz custos e evita dificuldades para as equipes.

Cada vez mais com o avanço dessas tecnologias e do Big Data na construção civil, no futuro, essa indústria será ainda mais automatizada. Por isso, é importante que seu negócio seja baseado em dados e que essas informações sejam geridas e organizadas por sistemas. Não dá mais para contar com planilhas de Excel e nem com a sorte.

O Onyz é um software de engenharia civil com o desenvolvimento e implantação de técnicas de Machine Learning e Inteligência Artificial, que tem como intuito facilitar e melhorar as informações e o fluxo de trabalho de forma sistêmica, auxiliando os processos da gestão de obras. Entre em contato com a conosco para saber mais.

Referências:

1 SIMPLE, Uma nada breve história da IA, 2020. Disponível aqui
2 MC. CULLOCH, Warren; PITTS, Walter. A logical calculus of the ideas immanent in nervous activity. Disponível aqui
3 HONÓRIO, Fernando. Inteligência Artificial: Conceitos e Aplicações. Disponível aqui
4 SOARES E SOUZA, Mariana Ies. Aplicão de machine learning e método dos elementos finitos para verificar estabilidade de taludes com incerteza intrínseca. Disponível aqui
5 Arthur Samuel: Pioneer in Machine Learning. Disponível aqui



<< voltar